Contactos

Luanda - Angola | Maputo - Moçambique

Entre em contacto.

O Portal Grandamambo entrevistou “Soulja Lamar”, rapper angolano emergente, pertencente a uma geração de artistas versáteis e cheios de energia para levar sua arte até onde for necessário, confira as respostas.

1. Como, quando e porquê te tornaste Rapper?

R: Comecei a fazer Rap nos finais de 2006 tendo feito a primeira captação em 2007. Me tornei rapper sem querer, eu so queria cantar, não importava o gênero. Cresci no meio de músicos e escrevia de tudo um pouco.

2. Para quem não conhece o Soulja Lamar , podes chutar algumas das tuas músicas ou participação de referência?

R: A música com maior impacto q fiz até hoje foi o Antifalso. Eu só cantei por cantar rsrs, e como deixava o contacto nos sons, o cota Cláudio do programa de rap Akapela Show ligou pra mim dizendo que a minha música estava a bombar nas casas noturnas e que eu devia dar a cara, eu nem percebia nada disso, fui convidado no seu programa por 5 vezes (adoro aquele cota e até hoje falamos).

3. Fala-nos sobre o processo de escrita,construção e produção da música “Birthday (XXIX.VI)” e porquê a parceria com o grandamambo?

R: O Birthday XXIX.VI é não EP de 3 faixas lançado alusivo ao meu aniversário, só escrevi a última faixa, o resto foi tipo Freestyle, gravei e meu brother fez o resto (tudo em dois dias incluindo o lançamento) eu só um fã da página Grandamambo e quando coloquei a questão da colaboração e recebi um sim, foi tipo quando a dama mais boa da faculdade barra todo mundo, e te aceita rsrs.

4. Como novo talento, qual é o diferencial que trazes nas tuas músicas e qual é o ponto mais alto que almejas alcançar?

R: Olha mano, eu falo dos meus wis, do que faço e como vivo, sou um bom liricista também, meu ponto fraco é ostentar nos sons (não sei fazer isso). Eu só preciso q as pessoas ouçam e captam as minhas mensagens e percebam q a vida não é um churrasco mas também não deve ser encarada como um mar de lamentações.

5. Quais são as principais dificuldades que encontras no processo de criação das tuas músicas, desde a gravação a publicação?

R: No que diz respeito a captação e mixagem nunca tive nenhum problema, acho que até o Studio do Diabo está aberto pra mim. Em quase todos municípios de Luanda tem um estúdio aberto pra mim a custo zero, e também tenho o meu homie. Agora a promo já são outros quinhentos.

6. Fazendo uma análise breve como é que achas que o movimento hip hop em Angola se encontra?

R: O Rap tem vivido inúmeras alterações em função da influência americana, e na minha humilde opinião, o mambo tá mbora bom. 😂😂

7. O que que achas que está a faltar dentro do movimento hip hop?

R: Falta união, entre a velha e nova escola. Se os cotas unissem forças com os putos ao invés de fazerem ciúmes e criticar sem motivos, a cena a estaria bwe good.

8. Quais são as tuas fontes de inspiração?

R: Phater Mack, Reptile, Phay Grande o Poeta, Jay Z e Pusha T.

9. Como é o Soulja Lamar quando não está a fazer música?

R: So o wi mais fixe do mundo 😂😂, só um gajo trabalhador, mulherengo, bodeiro e estudante.

10. O que que podemos esperar do Soulja Lamar este ano de 2020?

10. Fechei um EP colaborativo com o aplicativo Ca7s, e estou a Bulir numa Mixtape a solo e outra em grupo (tudo para os dois próximos meses).

Conheça mais sobre o trabalho de Souja lamar, acedendo os links abaixo:

Comentários do Facebook

Compartilhar:

Grandamambo Editorial

administrator