Quinta-feira, Outubro 6, 2022

Entrevista com Acácio Mc

Recomendado
GM Teamhttps://grandamambo.com
Grandamambo é um Portal que centra o seu conteúdo na Promoção, Informação e Educação Musical, Cultural e Artística.

O Portal GRANDAMAMBO entrevistou Acácio Mc, um rapper angolano que tem investindo pesado para conquistar o reconhecimento que merece no mercado.

1. Quem é Acácio MC?

Acácio Mc é um rapper Angolano, residente em Luanda, actualmente no município do Talatona. Nascido aos 23/06/1998, bairro Hoji Ya Henda/Cazenga.

Rapper focado na optimização mental, criando músicas ricas de conhecimentos, sentimentos e que buscam revelar o outro lado da página da nossa sociedade.

2. Podes citar algumas das tuas principais músicas e participações de referência?

Lá vamos nós (Flagelo Urbano) e Manifesto com Cirius Vibez.

3. Como, quando e porquê começaste a cantar e te interessaste pelo Rap / música?

Comecei a me interessar pelo Rap em 2014, por influência de um amigo chamado Arlindo Quinanga Martins.

A chama da arte musical ganhou mais força dentro de mim, após a morte do meu pai, naquela fase o Rap era o meu refúgio, o meu confessionário e também a minha companheira Constante (Música/Rap).

4. Fale-nos do processo criativo, composição, gravação e produção musical do Projecto “MANIFESTO”?

O processo criativo do projecto MANIFESTO surgiu em uma fase muita turbulenta e amarga da minha vida, de um lado os problemas familiares, o estado crítico da saúde da minha mãe, a morte da minha querida tia, que descanse em paz, traição amorosa, os problemas sociais, o período pandémico e toda as mudanças brutas que a mesma trouxe ao mundo e também a nossa sociedade.

E no meio de tudo isso surge a grande necessidade (cheio de desejo e muita angústia) de manifestar tudo aquilo que eu fui absorvendo na qualidade de filho, cidadão, namorado, amigo e irmão.

5. Há um velho ditado que diz que “devemos aprender com os erros dos outros” Quais foram os principais erros que cometeste no princípio?

No processo de produção do projecto MANIFESTO, eu comprei maior parte dos instrumentais e achava que só o áudio bastavam. Mas não, eu não sabia que as pistas, os BPM’S têm muita relevância principalmente no processo de gravação e produção.

Outro grande erro no princípio, está ligado a forma como eu me apresentava em palco, a postura em palco, a forma ou jeito como segurava o microfone.

6. Acompanhas o Rap nos outros países? Caso sim, quais artistas é que você nos recomendaria passar a ouvir?

Sim, recomendo: Valete, J Cole, Devenaire, Jimmy P, Kloro Killa, Bob da Rage Sense, Racionais MC’s, Eduardo, MV Bill, Azagaia, Hernani Da Silva, Duas Caras, Phoenix RDC, Sam The Kid, Kendrick Lamar, Marracash e Dexter 8 Anjo.

7. Qual é o teu auge a atingir como artista/rapper?

“Ser visto, ser lembrado como um Mc puro e completo. Ter a facilidade de partilhar a minha mensagem, as minhas músicas. Longe de todas as dificuldades, de todos os bloqueios que artistas como eu e na minha posição sofrem.”

8. Os produtores musicais são extremamente importantes para se obter uma trabalho com qualidade, quais são os Produtores nacionais e internacionais que mais admiras?

Os produtores nacionais:

  • Boni Diferencial
  • Ricardo 2R
  • Camufingo.
  • Eduardo Siddhartha
  • Wiliam Insígniaz
  • Raiva.

Produtores internacionais:

  • DJ Premier
  • DJ Khaled
  • DJ KL Jay
  • Madkutz
  • EllPuto.

9. Estudas? Trabalhas? Empreendes? Como é que consegues conciliar a carreira musical com as demais actividades?

Estudo engenharia ambiental, trabalho, sou prestador de serviços de ambiente, construção civil e hidráulica.

Dando a cada um deles o tempo e a atenção determinada. Os horários e os dias de actividades ajudam bastante. E ainda há tempo para música.

10. Quem é o Acácio MC quando não está a fazer música? E como é que consegues conciliar a carreira musical com as demais actividades?

Longe da música, eu sou o Acácio Manuel Correia, estudante de engenharia ambiental e funcionário na empresa Diazola Cabingue.

Consigo administrando o meu tempo e gozo dos horários de actividades que facilitam cada processo.

11. O que que podemos esperar de si ainda esse ano de 2022?

Em 2022, de mim podem esperar muita musicalidade, mais amadurecimento artístico e técnico.

Mais conteúdos audiovisuais e melhor organização na distribuição musical.

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Recentes

Entrevista com Elves Filipe

O Portal GRANDAMAMBO entrevistou Elves Filipe, um rapper angolano que feito um forte investimento para conquistar o reconhecimento que...
- Advertisement -spot_img

Veja Também

- Advertisement -spot_img
×