Quinta-feira, Outubro 6, 2022

Entrevista com Ndozzi

Recomendado
GM Teamhttps://grandamambo.com
Grandamambo é um Portal que centra o seu conteúdo na Promoção, Informação e Educação Musical, Cultural e Artística.

O Portal GRANDAMAMBO entrevistou Ndozzi, um dos rapper angolano da nova escola que tem tido destaque nas playlists do Spotify.

1. Quem é Ndozzi? Como surgiu o teu nome artístico?

Ndozzi é aquele mano que busca a evolução, o tipo encantado pela natureza que ama a inocência das crianças e as vezes se torna filósofo e poeta das realidades do universo.

O nome “Ndozzi” surgiu nos meus primeiros dias de vida batizado pelos meus deuses da terra é um nome muito espiritual pra mim e tem origem do “Kikongo”.

2. Como, quando e porquê começaste a cantar e te interessaste pela música?

Ephá eu cresci ouvindo músicas clássicas e diversos géneros musicais lembro de quando eu era mais jovem transcrevia as letras de alguns artistas, e depois lá por volta de 2014 comecei a fazer batalhas de Rap na minha Escola Secundária de lá pra cá estou aqui escrevendo trechos que mudam direção de pensamentos e as loucuras dos meus sentimentos.

3. Podes citar algumas das tuas principais músicas e participações de referência?

Pra mim faria outra escolha talvez falo dos singles “Voar” & “Luminoso” por simplesmente eu escolher eles para o pessoal A&R da Sony Music Portugal e Universal Music Portugal ouvirem talvez outras minhas músicas ficariam com ciúmes mas o “Um Dia” e “Lagrimas na Chuva” , “Tao dar Bandeira” estão a se destacar no Spotify peço desculpa nas minhas músicas que não lhes citei eu vos amo minhas músicas vocês merecem Disco Diamante e muito mais.

Participações de referência com meus manos Herrikelson & Famoso estamos lá no TOP do Spotify.

4. Tens algum projecto já lançado ou a caminho? Fale-nos do processo criativo, composição e gravação?

Tenho alguns projetos que incorporam faixas relacionais como “SEM TALENTO I” , “FLORES MURCHA” , “VOAR EP”, “INTIMO” , “LOOP CIRCULUS” e estou a trabalhar num novo projeto intitulado “Sempre Foi Deus”.

O processo criativo a parte que os Artistas amam e choram digo chorar em particular porque algumas faixas vem da tristeza e das confusões da minha mente uma delas é o “LOOP CIRCULUS”.

Na maioria das vezes as minhas faixas são criadas no momento e expressam o sentimento que estava a sentir naquele instante por exemplo o “INTIMO”, todas faixas foram feitas no mesmo dia de madrugada, liguei o PC e comecei a cantar aquilo era só trocar os beats acho que se tivesse uma assessoria internacional, a essa hora estaria com um recorde global, mas ainda vou gravar um álbum num único dia, tocar beats e cantar ao lado de uma assessoria internacional e ter um recorde.

5. Os produtores musicais são extremamente importantes para se obter uma trabalho com qualidade, quais são os Produtores nacionais e internacionais que mais admiras?

Yha, aqui em Angola meus manos da AtkGvng Brumasta & Yuri Clássico eles fazem parte da construção dessa paixão deram pra mim o “SEM TALENTO”.

Meu mano DJ Mané ele deu a faixa “Bota Fé Nisso” ele faz parte por eu estar aqui hoje e se hoje faço as masterização e mixagem das minhas faixas aprendi com ele e os meus cotas DJ Mix & DJ Man Dadas.

Nos produtores internacional acho que aprecio mais aqueles que algumas vezes produzem as suas próprias faixas tipo o gênio Juice Wrld (RIP), e o mano extravagante que tem uma equalização mágica nos vocais para não estourar mesmo com tanto efeito é o Travis Scott.

6. O que que achas que está a faltar dentro do mercado musical em Angola?

Esse assunto é antigo o mercado físico aqui em Angola é muito burocrático tem uma elite suja aqui graças a Deus hoje a Indústria da Música é na Internet.

Então agora tem espaço pra todos é só uma questão de tempo tudo no mundo tem um tempo e ninguém é imune a isso todos somos afetado pelo tempo.

7. Qual é o teu auge a atingir como artista musical?

“Boa pergunta, vou trazer a Indústria da Música em Angola e seremos a Gravadora em Angola com mais certificações de Música Internacional.”

8. Acompanham o Hip-Hop / R&B feito noutros países da CPLP? Caso sim. Que artistas é que vocês levam como referência / inspiração?

Acompanho sim tem muitos manos extremamente duro na Música CPLP e todos fazem uma boa arte tudo depende do gosto de cada um por exemplo eu gosto mesmo bué quando alguém canta com uma melodia bonita e uma letra extraordinária.

Referência é algo muito íntimo eu aprecio vários artistas citaria aqui alguns que já tem têm uma ampla audiência alguém é referência pra mim quando conheço eu aprecio os atual grandes mas não lhes conheço quando falo conhecer é algo “intimo” então citaria aqui a AtkGvng, Terps, Herrikelson, DJ Mix, Kaita VossoBoy, Famoso.

9. Há um velho ditado que diz que “devemos aprender com os erros dos outros” Quais foram os principais erros que foram cometidos no princípio?

Nós humanos somos todos errados por isso que para existir evolução devemos envelhecer e morrer porque nós somos teimoso é necessário que outros vêm depois de nós.

10. Fazes parte de uma Label? Caso sim, fale um pouco sobre ela caso não, gostarias de fazer parte de uma?

Label é bom ajuda o Artista principalmente por música exigir investimento e algumas label têm influência grande em marketing para a mensagem do Artista ser ouvida. Se eu gostaria fazer parte de uma é necessário porque na realidade label é uma equipa então tenho que ter a minha equipa.

11. Estudas? Trabalhas? Como é que consegues conciliar a carreira musical com as demais actividades?

Atualmente o meu lado de escolaridade formal é de Técnico Médio de Informática graças a Deus estou usando esse conhecimento para consolidar os meus objetivos na música.

12. Quem é o Ndozzi quando não está a fazer música?

Ndozzi é dos tipo dele as vezes escreve crônicas, outras vezes lida com algoritmos computacionais e gosta mesmo de vida louca.

13. O que que podemos esperar do Ndozzi este ano de 2022?

Ultimamente eu mesmo tenho exigido muita coisa de mim o Ndozzi está um pouco exausto (isso faz parte) porque tem se preocupado muito ele sempre esquece o que é importante.

Ele é um louco e no que se toca ao padrão de sociedade formal ele é um irresponsável, mas é um humano que vai dar resultados positivos.

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Recentes

Entrevista com Elves Filipe

O Portal GRANDAMAMBO entrevistou Elves Filipe, um rapper angolano que feito um forte investimento para conquistar o reconhecimento que...
- Advertisement -spot_img

Veja Também

- Advertisement -spot_img
×